sexta-feira, 11 de julho de 2008

Orange

Estamos em Orange. E estou escrevendo sem poder usar acentos.

O teclado daqui da Australia nao deixa a gente usar acentos.

Ja estamos todos juntos: Eu, a Fabi, o Joao Paulo, a Daniela e a Luiza. Tudo muito bom. So falta o Mario, que vai chegar apenas para o periodo de Sydney.

O povo daqui e muito acolhedor. Tiveram muito trabalho para deixar as coisas todas prontas e nos receber muto bem. E impressionante a quantidade de entrevistas que a gente fez. Para o jornal local, para o jornal da cidade, para a radio, para a televisao. Todo mundo empolgado com os jovens peregrinos.

Estamos juntos com os indianos, de Kerala, mais de 50. Sao catolicos, predominantes em Kerala, no sudoeste da India. Gente muito boa, animados, alegres e felizes. Cantam bastante.

Fiquei na casa da Del, Fedelma, australiana de origem irlandesa. Familia bonita, historia bonita, casa bonita. Sao cinco filhos e 11 netos. Estou dividindo a casa dela com um padre indiano, father wilson. Lingua enrolada, lutador de carate.

Fomos em uma fazenda de ovelhas, de retirar la~ (escrevi desse jeito por causa do acento). Fazendeiros tipicos australianos, figuras! Fomo tambem em uma mina de ouro, muito bacana. Ouro australiano.

Tambem discutimos sobre o problema dos aborigenes autsralianos, sobre justica social. E agora estamos com um tempo livre.

A Del gostou tanto dos brasileiros que saiu com as meninas, Fabiana, Luiza e Daniela.

E impressionante o clima de familia que estamos vivendo. Isso porque estamos somente no aquecimento. Sydney promete.

Ate a proxima postagem!!!

Diego

2 comentários:

jP Vergueiro disse...

Eeehhh!!!

Estamos aqui e tah sendo otimo! O WYD eh maravilhoso, muita paz e o espirito de todos elevado!!

Hugo Marcelo Barbosa disse...

Grande Diego, fico feliz que esteja correndo tudo bem. . .

Um grande abraço a todos,

[ ]

Hugo Marcelo