domingo, 6 de julho de 2008

Na St. Peter

Hoje de manhã fui à missa na Igreja de St. Peter. A igreja fica no meio de Chinatown, então vocês podem imaginar qual era o maior público: orientais. Gostei bastante da missa e da forma como foi ministrada, com muita música e oração.

O padre era australiano, mas os demais membros da Igreja tinham todos olhos puxados, incluindo os ministros e o grupo musical, composto por três violões basicamente.

Notei apenas uma diferença básica no rito: os fiéis ajoelham antes da Comunhão enquanto o padre a ministra aos seus ajudantes. E a Comunhão é toda em silêncio, a música só começa depois que ela termina. Interessante.

Mais interessante ainda foi saber que a igreja será fechada agora em julho para passar por uma reforma e só será reaberta em dezembro deste ano. O dia exato do fechamento? 20 de julho, o mesmo dia em que o papa rezará a missa campal. E a St. Peters terá cinco missas nesse dia!

No encerramento da celebração os fiéis só saíram depois da música final. Na paróquia que frequento é só o padre dar a benção que vai todo mundo embora...

Um comentário:

Diego Genu Klautau disse...

Grande João.
Essa interculturalidade é a coisa mais importante mesmo.
QUando eu estava na Nova Zelândia, também tinha um monte de orientais na missa que eu assistia.
Ah, acho que vamos ficar nessa paróquia de St. Peter and St. Paul.
Dê uma olahda no itinerário que recebemos!
Até brevíssimo,
Diego.